Leia após a publicidade

Ovos que não poderiam ser mais consumidos são descartados. 
Desesperados com a falta de alimentos para as galinhas poedeiras e por não conseguir comercializar os ovos, avicultores de Santa Maria de Jetibá estão tendo que descartar ovos que não poderiam ser mais consumidos e também já estão planejando sacrificar milhares de aves a partir desta terça-feira (29).


“A nossa última esperança era conseguir chegar até Uberlândia, em Minas Gerais, onde buscaríamos ração para nossas galinhas. Saímos hoje pela manhã em um comboio de carretas, mas depois de muita negociação, não conseguimos seguir viagem e voltamos de Brejetuba, com nossas carretas vazias”, contou o produtor Renato Erdmann, de São Luiz, em Santa Maria de Jetibá.


Ele informou que hoje já teve que descartar dezenas de caixas de ovos, que não poderiam ser consumidas. Renato possui um plantel de cerca de 300 mil galinhas poedeiras. Segundo ele, a ração está acabando e a partir desta terça-feira algumas poderão morrer de fome.


“Amanhã vou priorizar as galinhas mais novas com a ração, que está no fim. Tenho uma produção de 400 caixas de 30 dúzias de ovos por dia, mantenho 30 funcionários, e estou falindo. Apenas em um galpão onde estão 100 mil galinhas, meu investimento foi de R$ 2 milhões. Não sei o que fazer, estamos desesperados”, lamentou.



Montanhas Capixabas

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.