Leia após a publicidade


Duas toneladas de drogas foram encaminhadas para destruição na manhã desta sexta-feira (11).  O material foi apreendido durante operações realizadas pelo Departamento Especializado em Narcóticos (Denarc) e por outras unidades da Polícia Civil entre setembro do ano passado e este ano. Parte do material foi apresentado durante coletiva de imprensa realizada na Chefatura de Polícia, em Vitória.
A incineração foi realizada em uma siderúrgica da Grande Vitória. Entre o material havia maconha, cocaína, crack e outras drogas sintéticas.  “Nestes primeiros meses de 2018, nosso departamento já apreendeu 200 quilos de maconha, 38 armas de fogo, além de outras drogas, como cocaína, crack e anfetamina”, informou o chefe do Denarc, delegado Fabrício Dutra.
Na ocasião, a perita oficial criminal Caline Destefani demonstrou como funciona o processo de identificação dos entorpecentes.  Participaram também representantes de órgãos governamentais, como a farmacêutica do Núcleo Especial de Vigilância Sanitária do Espírito Santo, Anamelia Soriano Nunes, que acompanhou o evento atestando a incineração.
“A presença da Vigilância Sanitária demonstra a parceria entre os diversos órgãos do Estado, que atuam em conjunto no processo de fiscalização e combate às drogas”, contou o chefe do Denarc.
O superintendente de Polícia Especializada, delegado José Darcy Arruda, também falou sobre a criação do Denarc bem como sobre a sua área de atuação. “Além das delegacias, o Denarc também terá núcleos específicos que atuarão na prevenção do uso das drogas bem como no controle dos entorpecentes com levantamento de dados para o compartilhamento de informações com outras polícias”, destacou.
A incineração de drogas é prevista na lei federal de nº 11.343/2006 e foi autorizada, por meio de alvará, pelos respectivos juízes das comarcas de onde foram apreendidas.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.