Header Ads


LEIA APÓS O ANÚNCIO

Os jornalistas Maike Trancoso e Rodrigo Da Costha, que é Diretor Presidente do portal estão concorrendo ao Prêmio de Jornalismo Petrobras 2018. A expectativa para a equipe é grande, principalmente para Maike, que é correspondente na Cidade de Santa Leopoldina, Região Serrana do ES, e está participando pela primeira vez de um prêmio de jornalismo.

“Vai ser muito bom mesmo concorrer, pois isso nos dá um ânimo muito grande e saber que fui ao menos selecionado já é algo que vale muito”, diz Maike.

O jovem jornalista concorre com a matéria “Vitória lança aplicativo para alertas de áreas de áreas de risco”, que fala sobre um aplicativo usado para alertar moradores da cidade de Vitória, Capital do ES, sobre o risco de deslizamento de rochas em áreas de risco. "Essa é uma matéria de muita importância, já que o período de chuvas em nosso estado tem se intensificado e muitas vezes as pessoas não tem como se prevenir de acidentes. O tema veio a calhar e a minha expectativa é de que chegue a final", relata.


"É uma grande oportunidade e uma grande alegria estar nessa empreitada, ainda mais tendo um jovem repórter como o Maike Trancoso se dedicando a carreira e tentando um prêmio de tal magnitude", afirma Rodrigo Da Costha, ao falar sobre o o jornalista Maike Trancoso e sua participação no Prêmio.

Os trabalhos serão avaliados em duas etapas. Na primeira, uma Comissão de Pré-seleção, composta por jornalistas com experiência comprovada, selecionará 10 reportagens de cada categoria. Na segunda etapa, os trabalhos finalistas serão avaliados pela Comissão Julgadora, composta por profissionais com vasta experiência jornalística.

Os vencedores serão conhecidos na cerimônia de entrega dos troféus, em novembro, no Rio de Janeiro.

PRÊMIOS:

- GRANDE PRÊMIO PETROBRAS DE JORNALISMO: para a melhor reportagem, entre todas as inscritas – R$ 40 mil*.

- CATEGORIA ESPECIAL – INOVAÇÃO: para o trabalho que se destacar pelo ineditismo de formato, pela técnica empregada, pela abordagem, pelo meio ou pela linguagem. Todas as matérias inscritas concorrem nesta categoria – R$ 25 mil*.

- ECONOMIA: reportagens de jornal, revista ou portais de notícias da internet que falem sobre a conjuntura econômica do Brasil – R$ 20 mil*.

- CIÊNCIA E TECNOLOGIA: reportagens de jornal, revista ou portais de notícias da internet que falem sobre ciência, tecnologia e inovação no Brasil – R$ 20 mil*.

- SUSTENTABILIDADE: reportagens de jornal, revista ou portais de notícias da internet que falem sobre meio ambiente e temas sociais brasileiros – R$ 20 mil*.

- CULTURA: reportagens de jornal, revista ou portais de notícias da internet que abordem manifestações culturais e artísticas do país – R$ 20 mil*.

- ESPORTE: reportagens de jornal, revista ou portais de notícias da internet que falem sobre atividades esportivas nacionais, profissionais ou amadoras, individuais ou coletivas – R$ 20 mil*.

- TELEJORNALISMO: reportagens de emissoras de televisão sobre qualquer um dos temas acima relacionados – R$ 20 mil*.

- RADIOJORNALISMO: reportagens de emissoras de rádio sobre qualquer um dos temas relacionados acima – R$ 20 mil*.

- FOTOJORNALISMO: coberturas fotográficas sobre qualquer um dos temas acima relacionados que, sozinhas ou como parte integrante das reportagens, foram capazes de transmitir o impacto de cenas do dia a dia ou de acontecimentos marcantes, cumprindo o papel disseminador da informação – R$ 20 mil*.

- REGIONAL NORTE/ CENTRO-OESTE: matérias de veículos (imprensa escrita, televisão ou rádio) com sede em Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Amapá, Pará, Tocantins, e Distrito Federal – R$ 10 mil*.

- REGIONAL NORDESTE: matérias de veículos (imprensa escrita, televisão ou rádio)  com sede na Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão – R$ 10 mil*.

- REGIONAL RJ-MG-ES: matérias de veículos (imprensa escrita, televisão ou rádio)  com sede no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo – R$ 10 mil*.

- REGIONAL SP-SUL: matérias de veículos (imprensa escrita, televisão ou rádio) com sede em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul – R$ 10 mil*.

*Valor bruto

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.