A equipe da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Serra prendeu mais um integrante da organização de tráfico de drogas do condomínio Ourimar I, no município.  S.S.S., de 21 anos, foi preso nessa segunda-feira (28).  Ele possuía quatro mandados de prisão em aberto sendo três por homicídios e uma tentativa de homicídio.
De acordo com o responsável pela DCCV, delegado Rodrigo Sandi Mori,  o detido também é um integrante de uma associação criminosa, responsável por dez mortes, no bairro Feu Rosa, na Serra.  “A crueldade é uma das principais características dos crimes cometidos por ele. Ele é suspeito do assassinato de Ilson Dias de Jesus, de 52 anos, morto em fevereiro com mais de 30 facadas, no bairro Feu Rosa, em Serra. Foi algo bárbaro, o homicídio foi cometido em uma praça, na frente da filha e de outros moradores. A motivação do crime foi porque a vítima denunciou algumas das ações do tráfico no Condomínio Ourimar” contou.

Segundo o delegado, além da tentativa de homicídio de J.J., em janeiro do ano passado, S.S.S. também é suspeito de ter envolvimento nos assassinatos de José Alves Ferreira Junior, que ocorreu em junho de 2017, e de uma mulher encontrada morta em um valão, atrás do Condomínio. “José Alves foi outra vítima da sua crueldade. Ele foi morto a golpes de foice e com um tiro de revólver calibre 12”, informou.
Sandi Mori contou que o detido assumiu ter participação no homicídio de José Alves, mas se não quis falar sobre Ilson Dias. “Todos os assassinatos apresentam semelhanças, ocorreram na mesma região e de forma cruel. O do Ilson Dias, por exemplo, nos chocou bastante. Essa organização criminosa tem prazer no sofrimento das vítimas”, concluiu.
S.S.S. foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV).
Outras prisões
No mesmo dia, os policiais da DCCV de Serra também prenderam L.S.R.Q., de 19 anos, suspeito de ter assassinado Robson Silva Oliveira Júnior, de 22 anos. A prisão foi efetuada, duas horas depois do crime, no bairro São Diogo, no município.
Segundo o titular da DCCV, delegado Rodrigo Sandi Mori, o suspeito foi identificado por meio de investigações realizadas com populares e pela análise de câmeras de vídeo monitoramento do local. “O crime ocorreu por volta das 09h45min e duas horas após o assassinato, nós conseguimos prender o detido. Em sua casa, descobrimos um revólver calibre.32.  Durante depoimento, ele confessou ser o responsável pelo homicídio e informou que a morte de Robson foi acertada entre traficantes do bairro em razão dele ter se envolvido com mulheres de integrantes do grupo”, contou.
L.S.R.Q. foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV).

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.