Muitas celebridades já passaram por este procedimento para ter um sorriso mis bonito

Glória Pires, Wanessa Camargo e Bárbara Paz são algumas das famosas que já exibem sorrisos mais harmônicos atribuídos à cirurgia plástica de gengiva. Esse procedimento, relativamente simples, tem sido muito usado hoje em dia para corrigir o chamado “sorriso gengival”, dando mais harmonia ao rosto como um todo.

Para termos um sorriso bonito e esteticamente agradável, necessitamos ter um equilíbrio entre dente e gengiva. Quando a gengiva aparece mais do que os dentes, a harmonia fica comprometida.

O sorriso gengival nada mais é do que uma exposição exagerada da gengiva. Mais comum em mulheres, ele pode causar um desconforto estético, que acontece por não existir equilíbrio entre dentes, gengiva e boca. A dentista Andressa Hirle conta que podem ser considerados “sorrisos gengivais” aqueles em que, ao abrir a boca, expõem a gengiva em mais de 4 milímetros.
 
“As causas são várias, desde problemas musculares a esqueléticos”, conta Andressa.
Foto: Flávio Mota.

Além dessas causas, a dentista também enumera que outros problemas podem levar as pessoas a terem este problema, como: hipertrofia gengival, distúrbios hormonais, lábios pequenos, excesso maxilar, hiperatividade dos músculos elevados e coroa dos dentes curta.

Como já dizia o ditado popular, “cada caso é um caso”. Por isso, Andressa alerta que é vital o acompanhamento com um dentista que realize todos os exames e procedimentos antes de recomendar uma intervenção para a correção do sorriso gengival. Ainda assim, entre os tratamentos mais populares está a ulotomia (ou gengivoplastia), que remove o excesso do tecido da gengiva.

Esse procedimento é realizado no próprio consultório. O dentista descola suavemente a gengiva e assim expõe mais os dentes.  A anestesia usada é local e a cicatrização leva de uma a duas semanas.

Em casos de sorriso gengival com mais de 8 milímetros, é indicado a realização da cirurgia ortognática com um cirurgião dentista bucomaxilofacial. Nesses casos, acontece a remoção e reposicionamento do osso.

Existe também a aplicação de toxina botulínica. Nesse caso, Andressa explica que é feita uma aplicação de botox no músculo que traciona o lábio superior quando a pessoa sorri, então ele “trava” o lábio e não expõe a gengiva. Porém esse tratamento não é definitivo, tendo que ser reaplicado a cada quatro meses, aproximadamente.

Quanto ao pós-operatório, nos primeiros sete dias é preciso evitar: esforços físicos, ingestão de bebidas alcoólicas e exposição ao sol.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.