Leia após a publicidade


O secretário de Estado da Segurança Pública, Nylton Rodrigues, esteve no bairro da Piedade, em Vitória, na manhã desta quinta-feira (14), para visitar imóveis que podem servir para a base da Polícia Militar, com funcionamento 24 horas por dia, que será instalada no bairro. Desde o fim de semana, 60 policiais têm ficado ininterruptamente na região, com a finalidade de manter a ordem e o bem-estar. 
O secretário Nylton Rodrigues afirmou que tem acompanhado constantemente o trabalho dos policiais civis e militares não só na Piedade, mas também nos bairros Moscoso, Fonte Grande e outros do entorno. “Estamos patrulhando os locais com a Companhia Independente de Missões Especiais (Cimesp), a Companhia Especializada de Operações com Cães, a Força Tática da Polícia Militar, o 1º Batalhão (Vitória), e com o Grupo de Operações Táticas (GOT), da Polícia Civil, para que possamos levar tranquilidade a essa comunidade”, afirmou o secretário. 
Quanto à instalação da base, foram verificados três imóveis: dois localizados na Piedade e um outro na Fonte Grande, que é uma unidade de saúde desativada da Prefeitura de Vitória, com vista privilegiada dos morros que cercam o centro da capital. Estiveram também presentes na missão o comandante do Policiamento Ostensivo Metropolitano, coronel Antônio Marcos de Souza Reis, o comandante do 1º Batalhão (Vitória), tenente-coronel José Augusto Píccoli de Almeida, e o secretário de Segurança Urbana de Vitória, coronel Fronzio Calheira Mota. 
“Estivemos também procurando terrenos e imóveis para poder construir ou reformar a base fixa da Polícia Militar na Piedade. Estaremos ao lado da comunidade para sempre. E enquanto não concluirmos a obra ou a reforma, vamos seguir com os patrulhamentos das polícias Civil e Militar. Podem contar conosco, Piedade, Fonte e Moscoso”, finalizou o secretário.

Redução de assassinatos e mais homicidas presos 
Mais homicidas na prisão e redução de assassinatos no Espírito Santo. Esses foram alguns dos resultados apresentados na última segunda-feira (11), durante a Reunião Integrada de Monitoramento de Indicadores de Segurança Pública, que ocorreu na Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), em Vitória. Estiveram presentes as principais autoridades capixabas da área.
O secretário de Estado da Segurança Pública, Nylton Rodrigues, revelou que o número de prisões de homicidas no Espírito Santo teve um crescimento em relação ao ano passado. Foram 885 presos em 2018, contra 595 em 2017. A quantidade ainda é maior que a de 2016, quando 883 foram detidos. Os dados são referentes ao período de 1º de janeiro a 31 de maio dos respectivos anos. 
Os homicídios dolosos de 2018 também tiveram redução, de 3%, se comparados a 2016. E a queda deste ano, quando comparada a 2017, é de 27%. “Esse número de 533 homicídios dolosos, em 2018, é o menor da série histórica. É o melhor início desde 2001. Fazemos o monitoramento diariamente”, explicou Nylton Rodrigues. A quantidade de mortes contabilizada vai do período de 1º de janeiro a 10 de junho de cada ano.
Analisados com maior ênfase na reunião de segunda-feira (11), os dados da Grande Vitória, neste ano, mostraram que houve queda de 29% dos homicídios (comparação entre 2018 e 2017), além de reduções nos números de roubos contra comércio e de outros crimes contra patrimônio.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.