Header Ads





Leia após a publicidade

Presente em alimentos como laticínios, feijões, sementes e peixes variados, o cálcio é importante para a saúde dos ossos e dentes. Mas uma pesquisa da Fundação Internacional de Osteoporose revelou que o nutriente está em baixa na dieta dos brasileiros.

O estudo aponta que, no Brasil, pessoas acima de 20 anos consomem apenas 505 miligramas da vitamina por dia. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o ideal é ingerir diariamente 1.000 mg do mineral. Em pessoas com mais de 50 anos, a ingesta recomendada é de 1.200mg.

O médico ortopedista Fabrício Nascimento, da GlobalMed Vitória, informou que o cálcio ajuda na formação óssea, no sistema de coagulação e até no transporte de substâncias dentro das células.

A carência de cálcio, associada à falta de vitamina D, sedentarismo e idade avançada, contribuem para o desenvolvimento de algumas disfunções, como a diminuição de massa óssea, que favorece a osteoporose. A doença enfraquece o esqueleto, aumentando as chances de fratura. “Caso não se tome medidas como estímulo de atividades fisicas, banhos de sol e alimentação adequada, associado ao envelhecimento da população, certamente problemas ósseos, principalmente fraturas em idosos se tornarão um problema de saúde pública”, alertou o especialista.

A nutricionista Jenniffer Vorpagel, da GlobalMed Vitória, explicou que o cálcio auxilia a manter os ossos fortalecidos. “Sua carência pode levar a espasmos musculares e nervosos, raquitismo, osteoporose, entre outros problemas. Muitas pessoas ingerem suplementos para complementar a quantidade de cálcio, no entanto, o corpo absorve o cálcio de maneira mais eficaz através da alimentação”, explicou.

Jennifer explicou que o consumo do mineral deve começar ainda na infância, que é o momento de pico de desenvolvimento da massa óssea. “Após essas fases, deve-se manter o nível de cálcio para que o organismo não precise retirar o elemento de outros lugares, desregulando todo o organismo”, informou.

Dicas:
Eleve o consumo de magnésio (rico em alimentos como abacate, banana, couve, granola), pois auxilia na absorção do cálcio pelo organismo.
- Consuma várias doses menores de cálcio ao longo do dia, pois o corpo consegue apenas absorver cerca de 500 mg por refeição.
- A vitamina D (presente em alimentos como sardinha e mariscos, ovo, leite, fígado, queijos) também contribui para a absorção de cálcio pelo organismo.
- Também preciso ficar atento aos maiores responsáveis pela perda de cálcio através da urina, fezes e suor: o sal, a cafeína, o tabaco, as bebidas alcoólicas e a falta de exercício físico.
- Evite alimentos processados, pois eles inibem a absorção do cálcio.  
Fonte: nutricionista Jenniffer Vorpagel

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.