Leia após a publicidade


A publicação, que chega ao mercado em agosto, traz atividades práticas inéditas e um capítulo específico sobre motricidade fina, além de um livro de atividades
Foto: Tríade Comunicação.

Há dois anos, a educadora física e professora de dança Lu Braga estreava na literatura com a obra “Coordenando-se: Metodologia para o desenvolvimento motor”, um livro cujo conteúdo tem o objetivo de proporcionar maior autoconfiança e independência a crianças, adultos e idosos. Muita coisa aconteceu depois disso.  Foram vendidos 1.900 exemplares e ministrados 34 workshops pelo Brasil, somando um total de 940 participantes que vivenciaram a aplicabilidade da metodologia, sendo ensinada diretamente pela fonte desse trabalho, sua autora. E para ela, o desafio do ofício segue sendo tentar identificar os anseios comuns e levá-los para o papel. Assim, nasce agora a segunda edição.

Com descrição minuciosa, o livro II traz mais oito atividades inéditas e um capítulo voltado especificamente para o trabalho da motricidade fina, além um livro de atividades. Na publicação, a autora apresenta e descreve a técnica, que tem como base a associação de figuras geométricas, cores e partes do corpo para a realização de atividades que implicam em deslocamento. “É indicado para crianças a partir de 3 anos, assim como para idosos ou pacientes em reabilitação, além de contribuir para o trabalho de psicopedagogos e psicoterapeutas”, ressalta.

O conteúdo propõe tarefas que trabalham a coordenação motora, memória, lateralidade, concentração, conscientização das partes do corpo, agilidade, ritmo, criatividade, socialização e trabalho em equipe. Segundo Lu Braga, pesquisas apontam que uma criança bem coordenada é mais bem aceita e acolhida socialmente. “Aquelas com poucas habilidades motoras passam, infelizmente, por pequenos atos de rejeição, como quando é a última a ser escolhida para jogar num time, ao esbarrar constantemente nos amigos ou se envolver em acidentes ou dar topadas”, explica, o que pode gerar problemas de autoestima.

“O trabalho de coordenação motora é um forte aliado para o processo educativo, pois permite que o futuro adulto esteja preparado para a realização de tarefas cotidianas. Na prática, a boa coordenação motora pode contribuir para inúmeras atividades do dia a dia como dirigir melhor, garantir uma caligrafia legível e até mesmo aumentar a segurança para subir e descer escadas”, explicou a profissional, que é formada em Educação Física pela Universidade Federal de Minas Gerais e em balé clássico pelo Palácio das Artes de Minas Gerais, mas que há 20 anos adotou o Espírito Santo como moradia.

O lançamento do livro acontece no dia 2 de agosto, quinta-feira, das 18h às 21h. Na ocasião, a autora também fará a inauguração da primeira filial da sua Escola de Balé CriDança, que está localizada na Rua Coronel Schwab Filho, 464, Bento Ferreira, Vitória. O evento é aberto ao público. O custo do livro, que vem acompanhado de peças de EVA para que pais e educadores possam aplicar as técnicas em casa ou sala de aula, é de R$ 90,00.
Foto: Tríade Comunicação.

Lançamento Livro Coordenando-se II
Data/Horário: 2 de agosto, das 18 às 21 horas
Local: Escola de Balé CriDança

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.