Header Ads





Leia após a publicidade

Caminhão com um circuito de atividades interativas trará jogos e curiosidades sobre o idioma para públicos de todas as idades

Desde 2017, a exposição “A Energia da Língua Portuguesa” já rodou o Brasil, levando cultura e informação sobre a língua a mais de 20 mil visitantes nos estados de São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A exposição itinerante “A Energia da Língua Portuguesa”, realizada pela EDP, chega nesta semana ao município da Serra, no Espírito Santo. A mostra estará entre sexta-feira e domingo, dias 24 e 26, no Parque da Cidade, em Jardim Limoeiro, levando ao público atividades interativas relacionadas ao nosso idioma.

Instalada na estrutura móvel de um caminhão, a exposição tem ao todo 300 metros quadrados e permite que os visitantes conheçam mais sobre os países que falam a língua portuguesa, as peculiaridades e diferenças do português falado no Brasil e em Portugal, e curiosidades sobre expressões comuns desse idioma, o quarto mais falado do mundo e o mais utilizado no hemisfério sul.

A área externa da estrutura receberá também um show do rapper Vinícius Terra, que acontecerá no sábado (25). O artista é considerado uma figura singular da cultura Hip-Hop por unir em seu discurso literatura, raízes brasileiras e a construção dos laços entre os países falantes da Língua Portuguesa.

Na sexta-feira, dia 24, o artista também vai passar em na escola Valéria Miranda, Vila Nova de Colares, ensinando poesia e música para os adolescentes. Será realizado um workshop, com lições sobre a história da língua portuguesa sob a ótica da cultura hip-hop e o conceito de “Rap Lusófono”. Ao fim da atividade, os alunos participantes vão produzir um texto e serão convidados a se apresentarem durante a intervenção artística do rapper nos dias seguintes.

“As atrações que a EDP está trazendo permitem aos visitantes fazer um mergulho na cultura e na arte dos países que falam o português e evidenciam a riqueza, a diversidade e as similaridades do nosso idioma”, afirma Luís Carlos Gouveia, diretor de transformação organizacional da Companhia e diretor do Instituto EDP.

A valorização da língua é uma das bandeiras da EDP, que garantiu o maior patrocínio à reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo: um investimento de R$ 20 milhões até 2019. Ainda nessa frente, a Companhia apoiou culturalmente a 25ª Bienal Internacional do Livro em São Paulo e a Festa Literária Internacional de Paraty – FLIP, em 2018.

Desde 2017, a exposição “A Energia da Língua Portuguesa” já rodou o Brasil, levando cultura e informação sobre a língua a mais de 20 mil visitantes nos estados de São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Atrações

O espaço interno do projeto itinerante conta com várias atividades divertidas e interativas sobre a língua portuguesa:
  • ‘A Língua Portuguesa no Mundo, Viva a energia de estar lá’: Os visitantes podem conhecer as dez nações que falam a língua portuguesa e a cultura de cada uma. Em um visor 360°, os países podem ser ‘visitados’. No chão, como uma rosa dos ventos, há o nome de cada país e, na parede, fotos e expressões curiosas.
  • ´Gerador de Sotaques’: O visitante pode dublar trechos de poemas com sotaque que escolher: Portugal ou outros estados do Brasil e compartilhar em suas redes sociais.
  • ‘Uma Língua Cheia de Energia e História’: O painel interativo mostra o significado de expressões que utilizamos no dia a dia: bicho de sete cabeças; as paredes têm ouvidos; pôr a mão no fogo, e tantas outras.
  • ‘Letra por Letra’: O visitante tem que soletrar palavras da nossa língua, selecionadas aleatoriamente por uma vending machine. Se acertar, ganha um livro.
  • ‘Linha do tempo Brasil X Portugal’: Nesta estação, o visitante tem a oportunidade de conhecer mais sobre poemas famosos dos dois países, com acesso a informações dos autores, data, estilo, etc.
  • ‘EDP e o Museu da Língua Portuguesa’: Um painel instalado dentro do caminhão traz fotos e informações sobre a reconstrução do Museu.
  • Área externa: cover face com capas de livros, produção de pôster exclusivo com a citação literária favorita do visitante, ambiente para leitura com estante recheada de livros, pufes e cadeiras.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.