Leia após a publicidade


“O Cortiço dos Anjos”, eleita a melhor peça adulta do Festival Nacional de Teatro de Guaçuí, será apresentada em duas sessões, nesta sexta-feira (24), no Teatro Municipal Ivo Mameri
 
O cortiço dos anjos. Foto Thiago Lourenço.
A Trupe Iá Pocô, dirigida pelo dramaturgo Rodrigo Paouto, levará para a cidade de Rio Novo do Sul o seu novo projeto, “Teatro para Provocar Teatro”. A iniciativa contempla apresentações gratuitas do espetáculo “O Cortiço dos Anjos”, nesta sexta-feira (24), em sessões às 19 e às 21 horas, no Teatro Municipal Ivo Mameri e três oficinas teatrais, também abertas ao público, no sábado (25).

A meta do projeto é provocar um efeito multiplicador da arte junto às comunidades e responder ao ímpeto artístico deste público, além de instigá-lo a refletir sobre si mesmo, sobre suas relações pessoais e sociais e sobre a sociedade como um todo. O “Teatro para Provocar Teatro” busca ainda impactar a realidade local de forma abrangente, para além do período da estadia do grupo teatral, deixando heranças culturais. O projeto foi contemplado no edital ‘Circulação de Espetáculos de Teatro’, da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), em 2017.

O espetáculo

A montagem destaca a história de quatro mulheres que vivem no cortiço da Lady Domana, uma velha travesti, saudosa por seus tempos de glória e boemia no Beco do Italiano. Além dela, constam ainda Selma, uma religiosa fanática e desprezada pelo marido, Cecília, uma lésbica, ex-presidiária e Silvana, uma caótica mulher que cresceu em um prostíbulo conhecido como A Casa do Portão Rosa, sem ao menos conhecer sua mãe.

Foto: Thiago Lourenço.
Em um universo controverso, às margens da sociedade e repleto de desafios e desafetos, as quatro personagens contam suas histórias diante de um delegado que investiga a morte de uma quinta moradora do Cortiço, a Teresa, um assassinato misterioso e cruel que aconteceu no Beco do Italiano, em uma noite fria e chuvosa. “Mais do que entreter, a peça promove a reflexão de situações que são vivenciadas no cotidiano, se não por nós, por pessoas a nossa volta”, destaca Rodrigo Paouto.

O espetáculo que escarnece as deficiências humanas, suas fraquezas, vícios, desejos e medos, e com isso deixa explícita as nuances entre diversas escolhas e suas consequências nas vidas das personagens, nos deixando uma pergunta no ar... Vale a pena amar demais? Ou “o amor nada mais é, do que a necessidade de sublimar aquilo que aos olhos dos outros é tão simples?”.

A montagem é uma produção original da Trupe Iá Pocô inspirada nas obras de Nelson Rodrigues e Plínio Marcos, grandes nomes do teatro mundial.

Premiação

Na 19ª edição do Festival Nacional de Teatro, encerrada no último fim de semana, “O Cortiço dos Anjos” recebeu o Prêmio Especial do Júri, Paulo Honório da Costa, pelo conjunto da obra, além do título de melhor espetáculo, melhor texto e melhor direção, na categoria adulto, para Rodrigo Paouto e melhor atriz (Dana Oliver) e melhor atriz coadjuvante (Deb Schulz).

Oficinas

E buscando incentivar a criação de novos coletivos teatrais no interior e até a descoberta de novos talentos, serão ofertadas oficinas gratuitas e abertas ao público. O dramaturgo Rodrigo Paouto vai ministrar a oficina “Iniciação ao teatro”, das 13 às . A atriz Dana Oliver será a responsável pela oficina “A arte de contar histórias” e a atriz e dançarina contemporânea Deb Schulz falará sobre “Corpo e expressividade”.
As oficinas são voltadas para jovens, a partir de 15 anos e adultos. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail contato@trupeiapoco.art.br.

Serviço
Espetáculo “O Cortiço dos Anjos”
Data: 24/8 (sexta-feira), às 19h e às 21h
Local: Teatro Municipal Ivo Mameri, em Rio Novo do Sul
Entrada gratuita
Classificação: 18 anos

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.