Promovida pela Fibria, a mostra reúne imagens e vídeos gravados em 360º, e pode ser vista a partir de 13 de agosto


A partir de segunda-feira (13), quem passar pela área de embarque do Aeroporto de Vitória poderá prestigiar a exposição “A Floresta sob um novo Prisma”, que apresenta a floresta plantada sob um novo ponto de vista. Com imagens do reconhecido fotógrafo Araquém Alcântara e vídeos de realidade virtual gravados em 360º, que permitem uma experiência interativa, a mostra é uma iniciativa da Fibria e faz parte da celebração dos 50 anos de atividades da companhia no Espírito Santo.

Lançada em junho do ano passado, a exposição já foi vista por mais de 60 mil pessoas no Brasil e exterior, passando por Vitória, Cachoeiro de Itapemirim, Aracruz, Linhares e São Mateus (ES); Teixeira de Freitas (BA); Londres (Inglaterra); e Xangai (China).

Para registrar a diversidade da floresta, Araquém Alcântara, que é um dos principais especialistas brasileiros em retratar a natureza, percorreu aproximadamente 5 mil quilômetros em 12 municípios capixabas e quatro baianos. O resultado da expedição está reunido em 40 fotografias, que retratam a Mata Atlântica, as aves, os mamíferos, as comunidades tradicionais e os produtores rurais nas áreas onde a Fibria atua.

“Esse projeto mostra com muita sensibilidade como o território sob influência de nossas atividades é conectado e possui uma tem ligação sistêmica entre regiões, comunidades tradicionais, empresa e o meio ambiente. A floresta gera riquezas, compartilha histórias e tem uma fauna e flora pulsantes”, afirma o presidente da Fibria, Marcelo Castelli.

Imersão na floresta – Além de belas fotos, a exposição conta com vídeos em 360º, em realidade virtual (VR). Em um jipe cenográfico, os visitantes podem acompanhar, em uma imersão quase real, possibilitada por óculos com tecnologia VR, atividades como a retirada de favos de mel de colmeias em florestas de eucalipto, o plantio de mudas nativas de Mata Atlântica e a produção de alimentos por parte de agricultores familiares, entre outras experiências.

Outro detalhe da exposição é a interação que o visitante pode ter com algumas fotos. Cinco imagens da mostra têm suas histórias aprofundadas por meio de vídeos narrados pelos próprios protagonistas das fotos. Com isso, o visitante pode conhecer melhor o universo registrado pelas lentes do fotógrafo Araquém Alcântara.

A mostra fotográfica tem outra particularidade: três fotos expostas contam com a técnica de audiodescrição, que possibilita que pessoas com deficiência visual possam interagir com as imagens. O trabalho foi desenvolvido pela audiodescritora Letícia Schwartz, que tem vasta experiência no desenvolvimento desse tipo de conteúdo.

As fotos também foram reunidas em um catálogo, com 20 imagens adicionais não publicadas na exposição, cujo prefácio é do jornalista e acadêmico José Antônio Martinuzzo, professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). A publicação estará disponível na exposição para os visitantes em um totem com tela touch.

Todas as estruturas da iniciativa, incluindo as de sustentação das fotos, que são inspiradas em figuras prismáticas, são feitas em madeira de eucalipto produzida a partir de plantios 100% renováveis.

Serviço:
Exposição “A Floresta sob um Novo Prisma”
Local: Área de embarque do Aeroporto de Vitória (2º piso)
Data: 13 de agosto a 13 de setembro/18
Horário: 7 às 21h (domingo a sexta-feira) e de 7 às 19h30 (aos sábados)
Visitação gratuita

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.