Leia após a publicidade

Milhares de brasileiros saíram da fila do desemprego em setembro. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que houve a criação de 137,3 mil postos de trabalho, o melhor resultado para o mês em cinco anos. Os dados foram divulgados pelo Ministério do Trabalho, nesta segunda-feira (22).
Na comparação com agosto, houve aumento de 0,36% na criação de postos de trabalho com carteira assinada. No acumulado do ano, o País gerou mais de 719 mil vagas, número 1,9% maior que o de igual período de 2017.
A geração de empregos ocorreu em sete de oito setores econômicos: serviços (60.961 postos), indústria de transformação (37.449), comércio (26.685), construção civil (12.481), serviços industriais de utilidade pública (1.091), administração pública (954) e extrativa mineral (403). A agropecuária registrou a perda de 2,6 mil vagas.
Todas as regiões do País apresentaram geração de empregos. O Nordeste foi o que mais criou postos: 62,1 mil no mês. A lista segue com Sudeste (38,9 mil); Sul (18 mil); Norte (10,2 mil); e Centro-Oeste (7,9 mil).

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.