Leia após a publicidade


Com 40 anos dedicados ao teatro, o artista vai ser condecorado neste sábado (13), no Teatro Carlos Gomes
Robson de Paula destaca a década de 70 a 80, quando, segundo ele, existia um momento muito intenso de produção teatral no Espírito Santo. Foto:Pivete.
O ator e diretor Robson de Paula será o grande homenageado da 14ª edição do Festival Nacional de Teatro Cidade de Vitória (Fenatevi). Ele será condecorado neste sábado (13), às 20h30, com um troféu confeccionado especialmente pelo artista plástico Camizão. Após a homenagem, será apresentado, gratuitamente, o espetáculo carioca “Le Circo de la Drag”.

Robson de Paula estreou sua carreira artística em 1978, no espetáculo “O Capitão e o Cabra”, com direção de Sebastião Carneiro. Em 1979, passou a integrar o elenco do ‘Grupo Terra de Teatro’, onde participou, sob a direção de Renato Saudino, de espetáculos como “Tribobó City”, de Maria Clara Machado, “Vamos Jogar o Jogo do Jogo”, de Fernando Bezerra e “Terror e Misérias do III Reich”, de Bertold Brecht. Na função de diretor, seu primeiro espetáculo foi “Ringo a minha moda”, adaptação dos textos da escritora capixaba Deny Gomes para o teatro. Na sua carreira de diretor soma-se mais de 20 espetáculos e algumas premiações, como o de Melhor Direção no XX Festival Nacional de Monólogos da Cidade de Teresina/Piauí.

Sobre a homenagem, Robson de Paula garante estar extremamente feliz. “É um reconhecimento aos meus 40 anos dedicados ao teatro e sei que fiz uma bela trajetória. É muito complicado fazer teatro no Brasil, especialmente no Espírito Santo, mas fazemos por amor, porque é difícil mas muito prazeroso”, declara.

Robson de Paula, que foi diretor do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões no Estado do Espírito Santo (Sated/ES) entre 1994 e 1998, também dedica-se a compartilhar o conhecimento adquirido ao longo da carreira. Ele é instrutor de interpretação teatral e prática de montagem e já ministrou diversos cursos e oficinas enquanto professor da Escola de Teatro e Dança FAFI. Foi curador, representando o Sated/ES no II Festival Latino Americano de Teatro (II Flam) e em outros eventos de destaque.

Recentemente, o homenageado dirigiu os seguintes espetáculos teatrais: “Revolução de Caranguejos”, do dramaturgo capixaba Antonio Carlos Neves, “Obsessão”, textos de Nelson Rodrigues, “Um grito parado no ar”, de Gianfrancesco Guarnieri, “Anônima”, de Wilson Sayão e “Burundanga - A Revolução do Baixo-Ventre”, do dramaturgo paulista Luiz Alberto de Abreu.

Sobre o período mais marcante na carreira, Robson de Paula destaca a década de 70 a 80, quando, segundo ele, existia um momento muito intenso de produção teatral no Espírito Santo. “Foi o auge da formação dos grupos de teatro. Como não tinham escolas de teatro, a gente aprendia como fazer na prática. Havia um intercâmbio intenso, muita troca de experiências entre pessoas que estavam envolvidas com o fomento cultural capixaba”, diz.

Espetáculo gratuito

Ainda neste sábado (13), após a homenagem à Robson de Paula, o Teatro Carlos Gomes recebe o espetáculo inédito nos palcos capixabas “Le Circo de La Drag”, às 21 horas. A montagem é uma pesquisa em canções populares brasileiras em diálogo com os acontecimentos atuais. Surge como uma necessidade irreprimível de falar do nosso mundo em termos ricos de diversão e crítica. Usando unicamente a linguagem da dublagem, o grupo cria diversos números que tem em sua origem a observação do comportamento urbano e a denúncia dos absurdos cotidianos aos quais somos submetidos dia após dia. Em pauta, o cenário político, social e econômico e uma reflexão sobre a causa LGBTQI+. A entrada é gratuita e os ingressos devem ser retirados uma hora antes da apresentação, na bilheteria do teatro.

Além da peça, o público capixaba poderá conferir ainda, em primeira mão o documentário sobre a trajetória da trupe carioca, no domingo (14), às 14 horas, na Escola de Teatro, Música e Dança FAFI. Após a exibição do filme haverá uma mesa redonda sobre processos de criação do espetáculo Le Circo de La Drag e o movimento LGBTQI+ na cultura, com a presença dos atores Juracy de Oliveira, Leonardo Paixão, Mateus Muniz, Vanessa Garcia, da presidente do Conselho LGBTQI + de Cariacica, Tina Moreira, da diretora do GOLD, Débora Sabará e de Marcos Vinícius, coordenador Estadual LGBTQI+.

Sobre o Fenatevi

O Festival Nacional de Teatro Cidade de Vitória (Fenatevi) está consolidado não somente como um grande evento, mas também por inserir Vitória no calendário cultural do país, tornando nossa cidade um pólo do teatro do Brasil, além de valorizar e fomentar a produção cênica, possibilitando a formação e o intercâmbio cultural.

Nesta edição, a programação contará com 25 apresentações, divididas em espetáculos locais, nacionais e internacionais, que acontecerão no Carlos Gomes, Teatro Universitário (Ufes), Teatro Sesc Glória, Teatro Sônia Cabral, Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música Fafi, Teatro Estrelas (Espaço Cultural Ratimbum) e também na rua.

Serviço
Homenagem ao ator e diretor Robson de Paula
Data: 13/10 (sábado), às 20h30
Local: Teatro Carlos Gomes
Entrada gratuita

Espetáculo Le Circo de la Drag (RJ)
Data: 13/10 (sábado), às 21 h
Local: Teatro Carlos Gomes (Praça Costa Pereira, Centro de Vitória)
Entrada gratuita. Os ingressos serão distribuídos uma hora antes do início do espetáculo
Classificação: 18 anos.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.