Leia após a publicidade

Prêmio homenageia personalidades que se destacam no setor

A Federação das Apaes do Estado do Espírito Santo, a Feapaes-ES, homenageará personalidades físicas e jurídicas na 5ª edição do Prêmio Maria Luiza Dadalto, que acontecerá no dia 06 de novembro, às 10h, no Palácio Anchieta e vai contar com a presença de autoridades, do presidente da Federação Vanderson Pedruzzi Gaburo e convidados.

O prêmio é uma forma de reconhecer e homenagear instituições, empresas e personalidades que apoiam o trabalho em prol da garantia dos direitos das pessoas com deficiência intelectual e suas famílias.

Este ano, o prêmio que acontece anualmente desde 2014, homenageará Maria Amélia Vampré Xavier, um dos grandes ícones do movimento Apaeano do Brasil, falecida recentemente e que foi precursora de importantes intercâmbios entre as Apaes e vários organismos internacionais, e o Conselho Regional de Administração (CRA-ES), parceiro de longos anos da Apae-ES, auxiliando em projetos estruturantes e de formação.

“O prêmio foi criado com o intuito do reconhecimento daqueles que, de alguma forma, contribuíram ou continuam contribuindo para a causa das pessoas com deficiência intelectual. Dessa forma, o prêmio é uma homenagem a todos que lutam pela dignidade dessas pessoas e por uma sociedade mais justa e inclusiva”, afirma Gaburo.

A programação contará com uma apresentação cultural/artística de Apaes do Espírito Santo, saudações do Vice-Governador do Estado, dos autodefensores estaduais, do Presidente da Federação das Apaes do Estado do Espírito Santo e pronunciamento do Governador do Estado do Espírito Santo.

O movimento apaeano no Espírito Santo

A Feapaes-ES, fundada em 1992, é uma instituição sem fins econômicos, voltada para a melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência intelectual e múltipla e para a atuação sustentável das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) no Espírito Santo e suas demais filiadas, formando junto o movimento Apae-ES.
A instituição desenvolve ações de defesa e garantia de direitos, promoção da cidadania, assessoramento, formação e capacitação na área da deficiência intelectual e terceiro setor, articulação no âmbito das políticas de assistência social, educação, saúde, outras políticas transversais, estudo e pesquisa, congregando 42 instituições filiadas em 40 municípios do estado.

Atualmente são atendidas nas Apaes do estado mais de 7.500 pessoas com deficiência intelectual e suas famílias, empregando direta e indiretamente, mais de 2.500 pessoas em diversos municípios do Espírito Santo.

Serviço:
5ª Edição do Prêmio Maria Luiza Dadalto
Data: 06 de novembro
Horário: 10h
Local: Palácio Anchieta, sede do Governo do Estado
Homenageados:
  • CRA - Conselho Regional de Administração do ES - prêmio será recebido por Hércules Falcão, presidente do CRA 
  • Maria Amélia Vampré Xavier (homenagem póstuma)  -  prêmio será recebido pelo filho dela Claudio Vampré Rodrigues Xavier

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.