Leia após a publicidade

O Cerco Inteligente de Segurança da Prefeitura de Vitória, que é um projeto da Secretaria Municipal de Segurança Urbana (Semsu) em parceria com a Subsecretaria de Tecnologia da Informação (Sub-TI), está entre os finalistas do Prêmio Inoves 2018, na categoria "Projeto em Desenvolvimento". Outros seis trabalhos da PMV também foram classificados
Ao todo, 32 projetos inscritos foram classificados para a final. Neste ano, 253 trabalhos foram inscritos. Os vencedores serão conhecidos em 7 de fevereiro.
Cerco Inteligente de Segurança ajuda a recuperar carros com restrição de furto e roubo e ainda elucida crimes envolvendo veículos. Foto: Divulgação PMV

Cerco Inteligente de Segurança


O Cerco Inteligente de Segurança começou a funcionar no dia 20 de abril e, até o momento, 77 veículos foram recuperados com a ajuda do sistema. Além disso, ajudou a elucidar crimes em que estavam envolvidos veículos.
"Não tem como um veículo passar por Vitória sem ser fotografado, por isso essa é uma grande ferramenta que colocamos à disposição de todas as corporações que têm competência de investigação para podermos explorar ao máximo o Cerco Inteligente de Segurança. Temos um vasto banco de dados, podendo potencializar as investigações não só de furtos e roubos de veículos, mas também de outros crimes praticados", apontou o secretário municipal de Segurança Urbana, Fronzio Calheira.
No total, são 70 câmeras com sistema de monitoramento OCR (reconhecimento óptico de caracteres), que leem as placas e fotografam as traseiras dos veículos, gerando um banco de dados com todos os carros que passam pelas barreiras.
Caso haja uma restrição de furto ou roubo ou mesmo um indicativo de suspeita emitido pelas forças de segurança, é disparado um alerta na Central de Videomonitoramento da Secretaria Municipal de Segurança Urbana (Semsu), que solicita a abordagem das equipes da Guarda ou da Polícia Militar.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.