O Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) recebeu, nesta terça-feira (18), o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, e o governador Paulo Hartung para a inauguração das obras de expansão dos campi Vila Velha e Serra. A solenidade foi realizada no Campus Vila Velha, e contou com a presença do reitor da instituição, Jadir Jose Pela, dos diretores-gerais desses campi, Diemerson Saquetto e José Geraldo das Neves Orlandi, além de outros diretores-gerais, servidores e demais gestores da instituição.
O Campus Vila Velha inaugurou o Bloco Acadêmico B, que tem espaço para salas de aula, laboratórios, como o de Química Industrial, cantina e refeitório. O bloco também conta com um novo miniauditório, com capacidade para 150 pessoas; e a nova Biblioteca do campus. Além disso, a Coordenadoria de Atendimento Multidisciplinar também realizará suas atividades no novo espaço. Também fazem parte da obra inaugurada um bloco de serviços e a urbanização parcial do terreno. O prédio possui dois pavimentos que somam mais de 3 mil m² e no projeto foram investidos cerca de R$ 10 milhões, ao longo dos últimos quatro anos.
Já o Campus Serra fará a inauguração de seu Bloco 9, com cerca de 2.500 m² de área e capacidade para 800 novos estudantes. O prédio, que também possui dois pavimentos, tem espaço para mais salas de aulas, laboratórios, salas para professores, além de espaços para alguns setores administrativos, como enfermaria, serviço social e psicologia. O investimento no prédio foi de pouco mais de R$ 4 milhões e a obra foi realizada nos últimos quatro anos.
A inauguração dos novos blocos permitirá a continuidade da oferta da qualificada de educação profissional e elevará o potencial de desenvolvimento de projetos de ciência, tecnologia e inovação do Ifes, em benefício das comunidades em que se inserem os referidos campi.
O ministro  Rossieli Soares da Silva ressaltou o trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado no ensino básico do Estado. “Temos que parabenizar o trabalho feito no Estado”, destacou.
Ele também falou sobre a importância dos investimentos na área da educação pública. “Não podemos cortar os recursos para a Educação. O orçamento do próximo ano será maior do que deste ano. Agora, aprovamos que uma das emendas impositivas  dos parlamentares também terá que ser destinada para a Educação. Estamos inaugurando uma realização do coletivo”, comentou o ministro.
O governador Paulo Hartung ressaltou a importância do Ifes no desenvolvimento do Estado. “O Ifes é um cartão a ser apresentado para o País como uma boa atuação. A estrutura do Estado e as políticas públicas de Educação são outro cartão. Estamos avançando em nosso Estado na qualidade de gestão e na qualidade do ensino da rede pública”, disse Hartung.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.