Leia após a publicidade

O objetivo é gerar mão de obra para este setor em expansão.
Setores em constante crescimento e inovação, a panificação e confeitaria demandam cada vez mais profissionais capacitados. Segundo o último levantamento do Instituto Tecnológico da Panificação e Confeitaria (ITPC), estima-se que o segmento movimente mais de 800 mil empregos diretos e mais de 1,8 milhão de forma indireta em todo país.

O curso acontece de 10 a 14 de dezembro, das 17h às 21h. As inscrições podem ser feitas diretamente no Sindipães/Aipães que fica localizado em Novo México, Vila Velha (onde acontecerão as aulas), ou pelo telefone 3063-3095. 

O cenário se mostra bastante competitivo, levando empresas do setor a investirem em atualização, inovação, maior oferta de produtos, qualidade, diversificação de serviços e mão de obra qualificada.

Neste sentido, a Buaiz Alimentos e o Sindipães/Aipães se uniram para oferecer capacitação para quem deseja se profissionalizar e se tentar uma oportunidade  neste setor. Trata-se do Curso de Panificação Básica Módulo 1, que começa a ser ofertado partir do dia 5 de novembro, na sede do Sindipães/Aipães.

Ministrado pelo técnico em panificação da Buaiz Alimentos, Edivander Cordeiro, o curso tem duração de 20 horas e é focado em noções básicas da panificação, com conteúdos teóricos e atividades práticas.

“Em uma semana, passamos noções básicas da panificação - como história, principais ingredientes, funcionalidade, proporções - até receitas práticas de clássicos das padarias - como pão francês, pão doce, pão de hambúrguer, sonhos, entre outros”, afirma Edivander. “O curso, voltado para capacitar iniciantes para exercerem os cargos de auxiliar de padeiro e auxiliar de produção, vale também para quem já atua na área, mas deseja reciclar conhecimento visto que a panificação tem se modernizado, demandando novos serviços e técnicas”, acrescenta.

Segundo o diretor executivo do Sindipães/Aipães, Fábio Bento, o objetivo é gerar mão de obra para este setor em expansão. “Trata-se de um setor em constante crescimento no país que tem uma grande demanda de mão de obra também no nosso Estado. Esta é uma forma de possibilitar novas oportunidades de emprego para essas pessoas capacitadas”, diz.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.