Leia após a publicidade

A Rodovia Leste-Oeste, ES-471 – que liga a Rodovia Darly Santos, em Vila Velha, à BR-262, no trecho de Cariacica –, foi entregue à população na manhã deste sábado (08) pelo governador Paulo Hartung.
A cerimônia de inauguração foi realizada ao lado do Viaduto Floriano Firme e próximo à Ponte Albuíno Cunha de Azeredo, sobre o Rio Marinho, que fazem parte do complexo da obra e também foram inaugurados na presença dos familiares dos dois homenageados. O Governo do Estado investiu R$ 300 milhões na obra.
O governador Paulo Hartung explicou a complexidade e os desafios para a construção da Leste-Oeste. Hartung também destacou os impactos positivos para os moradores do entorno e os usuários da nova via, e frisou que a rodovia criou uma nova área de desenvolvimento entre os municípios de Cariacica e Vila Velha. “Essa foi uma obra complexa de engenharia que criou um novo eixo de mobilidade urbana na Região Metropolitana da Grande Vitória. É uma intervenção robusta que vai melhorar a qualidade de vida da população da Grande Vitória e do Estado que irá utilizar a via, além de garantir segurança para quem e reside no entorno”, ponderou o governador.
A rodovia já é considerada o novo eixo de desenvolvimento econômico-social da Região Metropolitana da Grande Vitória. No trecho que compreende da Rodovia Darly Santos, em Vila Velha, ao limite com Cariacica, no Rio Marinho, a via é chamada de Cláudio Henrique Laranja. No outro segmento, que vai do Terminal de Campo Grande ao limite com Vila Velha, é chamada de Aloízio Santos.
Na solenidade de inauguração estiveram presentes também o vice-governador, César Colnago; o secretário de Transporte e Obras Públicas (Setop), Paulo Ruy Carnelli; diretores do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES); o prefeito de Cariacica, Geraldo Luzia Júnior, o Juninho, e o prefeito de Vila Velha, Max Filho, além de parlamentares, parentes e amigos dos homenageados que dão nome às etapas da obra.
A extensão da Leste-Oeste é de, aproximadamente, nove quilômetros e a rodovia possui duas faixas de rolamento, acostamento, ciclovia em todo o percurso e calçadas. O viaduto tem 336 metros e o nome é uma homenagem ao líder comunitário Floriano Firme, da região. A ponte, que possui 132 metros de comprimento e divide os dois municípios, foi batizada com o nome do ex-governador Albuíno Azeredo, que faleceu no último mês de setembro. Dentro do projeto da Leste-Oeste também foram realizadas as obras de transposição de adutora da Cesan.
Além da retirada do fluxo de veículos pesados de bairros como Jardim América e São Torquato, e da diminuição do tempo de deslocamento, a nova ligação permitirá um avanço em logística com acesso mais rápido ao Porto de Capuaba, em Vila Velha. A nova rodovia também vai garantir um transporte mais eficaz de cargas e mais rápido de passageiros. A distância, por exemplo, entre os terminais de Campo Grande, em Cariacica, e Itaparica, em Vila Velha, ficará mais curta, facilitando o dia a dia das pessoas.
“Não tenho dúvida que, depois da Terceira Ponte, a Rodovia Leste-Oeste é a maior obra de mobilidade da Grande Vitória. Trará um impulso, principalmente àqueles que acessariam o Complexo Portuário de Capuaba, e necessitavam passar por Campo Grande, Jardim América e São Torquato. Considero a data de hoje um marco histórico no Estado”, disse o diretor-geral do DER, Gustavo Perin.
A integração entre os bairros é outro aspecto importante das obras. Entre os bairros próximos ao Complexo Leste-Oeste estão Campo Grande, Campo Belo, Vila Isabel e Maracanã, em Cariacica, e Rio Marinho, Vale Encantado e Cobilândia, em Vila Velha.
A obra da Leste-Oeste foi retomada em 2015 e até esta data vários motivos atrasaram a sua conclusão. Por exemplo, os processos de desapropriações, além do tipo de solo e da necessidade de execução de toda a rede de água e esgoto da região, entre outros entraves.
Segundo o secretário da Setop, Paulo Ruy Carnelli, da retomada das obras da rodovia até a sua inauguração, foram investidos R$ 134 milhões.  "É uma obra de grande importância para a mobilidade urbana, o desenvolvimento da Região Metropolitana e para a logística, facilitando o acesso dos caminhões ao Porto de Capuaba", enfatizou.
A rodovia também será o endereço de uma das obras mais esperadas pela população de Cariacica. O novo Hospital Estadual Geral de Cariacica, que será construído pelo Governo do Estado e beneficiará a região com o aumento do atendimento na área de saúde. O DER-ES está executando as obras da Primeira Etapa, que são de terraplenagem. Mais de 90% dessas intervenções já foram concluídas.

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.