A programação conta com visitas guiadas a patrimônios culturais históricos e pontos turísticos do Espírito Santo, como o Palácio Anchieta e o Convento da Penha
O Convento da Penha em Vila Velha será um dos ponto de visitação.
Foto: Jefferson Pancieri
Em referência ao Dia da Visibilidade Trans, comemorado no dia 29 de janeiro, o Governo do Estado, em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) e a Secretaria de Cultura (Secult), realizará, no dia 02 de fevereiro, um tour cultural com a população trans pelos municípios de Vitória e Vila Velha. O projeto “Transitando pela Cultura Capixaba - Descobrindo a História do Espírito Santo” visa promover atividades turísticas de forma inclusiva e pedagógica.
A programação conta com visitas guiadas a patrimônios culturais históricos e pontos turísticos do Espírito Santo, como o Palácio Anchieta e o Convento da Penha, a fim de apresentar à comunidade de pessoas transexuais e travestis um pouco de história local e identidade.
“O projeto é uma forma de promover também a interação, o acesso à cultura e ao turismo capixaba a grupos em estado de vulnerabilidade social, como uma maneira de proporcioná-los conhecer espaços que não acessavam anteriormente por algum motivo”, destacou a secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo.
“Já ouvi alguns relatos de pessoas trans que nunca foram ao Convento da Penha, por exemplo, por se sentirem oprimidas e julgadas, sendo que muitas delas nem transitam pela cidade durante o dia. Esta iniciativa irá fazer com que esses indivíduos se sintam mais parte do local em que vivem e conheçam a sua história, com o intuito também de promover acesso à cultura e ao turismo como uma garantia de qualquer cidadão”, ressaltou Marcos Vinicius Cordeiro, coordenador estadual de Políticas Públicas para Diversidade Sexual e de Gênero da SEDH.
O secretário de Estado da Cultura também destaca a importância do projeto. "São locais que fazem a gente se sentir pertencente ao Espírito Santo, que fazem parte das nossas vidas e são patrimônios nossos. O Transitando possibilita incluir a população trans e mostrar que esses espaços estão abertos. A visita guiada é uma ferramenta para que as pessoas se reconectem com esses lugares e todos são muito bem-vindos”, disse.
Helloy Scardua, que faz parte do Conselho Estadual LGBT+ representando o Grupo Orgulho Liberdade e Dignidade (Gold), vai participar do tour e considera importante a iniciativa do Governo do Estado em promover ações coletivas como esta.
“É muito importante que as pessoas trans também conheçam os patrimônios públicos e pontos turísticos do nosso estado. Muitas vezes, quando estamos sozinhas na rua, a população, formada por uma sociedade heteronormativa, tem um olhar de julgamento e estranhamento sobre a gente, fazendo com que muitos não frequentem esses lugares por medo e insegurança. Porém, quando estamos em grupo, nos sentimos mais seguros para transitar. As pessoas se acostumam com o que lhes que é comum aos olhos, então é importante fomentar cada vez mais este tipo de iniciativa”, ressaltou.
Para participar, os interessados devem enviar e-mail para marcos.cordeiro@sedh.es.gov.br, aos cuidados de Marcos Vinícius Cordeiro, coordenador estadual de Políticas Públicas para Diversidade Sexual e de Gênero, da SEDH. O número de vagas é limitado.
O “Transitando” conta com o apoio do Instituto Brasileiro de Transmasculinidade – IBRAT-ES, da Associação de Gays do Espírito Santo – AGES, do Coletivo Diversidade Positiva e do Grupo Orgulho Liberdade e Dignidade – GOLD, e parceria do Iases e da Prefeitura Municipal de Vitória.

Programação:
Transitando pela Cultura Capixaba
Dia 02/02
13h – Acolhimento - Palácio Sônia Cabral – Vitória
14h – Visita ao Palácio Anchieta – Vitória
15h – Ida para Vila Velha
15h30 – Convento da Penha - Vila Velha
17h – Píer de Iemanjá – Vitória

Nenhum comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.